Professores da UFPB entram em greve por tempo indeterminado a partir desta segunda


Os professores de todos os campi da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) iniciaram uma greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira. A decisão foi confirmada pela Associação dos Docentes da UFPB (ADUFPB) após votações realizadas em diversas reuniões em diferentes campi da instituição.

A decisão pela greve contornou a participação de 207 professores:

  • João Pessoa: 172 professores
  • Areia: 18 professores
  • Bananeiras: 17 professores

Na votação final, o resultado foi:

  • 167 votos a favor
  • 38 votos contra
  • 2 abstenções

Para coordenar as ações durante o período de paralisação, está marcada a primeira reunião do Comando Local de Greve (CLG) para esta segunda-feira, às 15h. Os principais objetivos desta reunião incluem:

  • Traçar os encaminhamentos e estratégias de ataque.
  • Discutir a contraproposta construída pelo Comando Nacional de Greve (CNG), que foi protocolada no último dia 27.

A decisão de entrar em greve reflete a insatisfação dos docentes da UFPB com as condições de trabalho, salários e outras questões relacionadas ao ensino e à gestão universitária. O movimento faz parte de uma série de ações coordenadas nacionalmente entre professores das universidades federais, buscando melhorias e respostas às suas demandas.

A greve dos professores impacta todas as atividades acadêmicas da UFPB, incluindo aulas, pesquisas e outras funções administrativas desempenhadas pelos docentes. A expectativa é que o movimento pressione as autoridades competentes a negociar e atender às reivindicações dos professores.

Compartilhe:

Edit Template

Aí Vem News

Um universo inteiro em alguns cliques.

© 2024 Todos os direitos reservados.